Este ano, tendo em conta as circunstâncias excecionais que estamos a viver, o Magusto no Colégio teve de ser diferente.
Não houve cartuchos feitos de folha de jornal, castanhas saboreadas com todos em roda, ou o tradicional corta-mato que nos faz gastar toda a energia.
Mas houve castanhas à sobremesa do almoço, músicas alegres cantadas pelos mais pequeninos, a diversão de todos os dias, no recreio, porque o ‘verão de S. Martinho’ veio visitar-nos.
2020 tem sido estranho em quase tudo. Vale-nos o pensamento de que tudo vai voltar a ser como era antes!