Como dizem?
Trata-se de uma bela ave tropical icterídea, reconhecida por algumas características em particular: penas amarelas brilhantes, voz alta única e apresentação de uma dança elaborada.
As pessoas que vivem próximo do seu habitat estão acostumadas a vê-las, pois ainda existem muitas delas a voar por aqui e por ali. Na verdade, são mais comuns ao longo das planícies costeiras do sudeste do México até ao centro do Panamá. Portanto, a América Central é o lugar ideal para vislumbrar estas aves de nome raro.
Se ficaram curiosos, procurem um dos muitos documentários disponíveis na internet que mostram as exibições de dança e de canto em galhos e que são surpreendentes.