Auguste Lumière, nascido em 1862, e Louis Lumière, nascido em 1864, os irmãos Lumière, foram os inventores do cinematógrafo. Por isso, normalmente diz-se que são os pais do ‘cinema’.
A divulgação de tal invento, com toda a publicidade e entradas pagas, aconteceu em Paris, no “Grand Café”. A sessão principiou com a projeção de “La Sortie de l’usine Lumière à Lyon” e continuou com mais nove filmes.
Em 1896, os dois irmãos levaram o cinematógrafo a várias cidades mundiais, como Bombaim, Londres ou Nova Iorque, e as imagens em movimento, naquela época, transformaram-se numa grande influência para a cultura popular.
Ainda naquele ano, os irmãos Lumière desenvolveram o primeiro processo de fotografia colorida e a placa fotográfica seca. Mais tarde, já no século XX, criaram a fotografia e o cinema em relevo (1935), bem como um sistema que permite que uma bobina de filme desfile por intermitência.
É aos dois que ainda hoje teremos de agradecer por nos ser possível ver filmes e mais filmes nas salas de cinema.