Só a partir das décadas de 70 e 80 do século XX é que os jogos eletrónicos para consolas ou computadores se tornaram populares junto do público em geral. Desde esse momento, transformaram-se num divertimento muito apreciado, sobretudo pelos mais novos.
Estes jogos, às vezes praticam-se individualmente, outras vezes implicam a interação com outros jogadores que podem estar ao nosso lado ou à distância. Pode utilizar-se o computador, o que, em algumas situações, permite fazer alterações ao jogo; as consolas, dispositivos que podem ligar-se a um monitor ou televisão ou as consolas portáteis, que são transportáveis para qualquer lugar. São exemplos de consolas, as Playstation, as Xbox ou as Dreamcast. Os telemóveis também disponibilizam ou permitem a instalação de jogos: os mais antigos, do tempo dos nossos pais e avós, traziam a famosa ‘serpente’, os androids de hoje em dia suportam jogos como o Angry Birds.
Os jogos eletrónicos, de acordo com os seus objetivos e características, podem dividir-se em diferentes géneros. Há os de ação, os de estratégia, os de simulação, os quebra-cabeças, entre muitos outros.