CEIC NOTÍCIAS

Jornal do Colégio Externato Imaculada Conceição

 

coming soon

Voltar

Páscoa à mesa

Portugal é sempre muito variado em pratos típicos das épocas festivas. A Páscoa não é exceção.
No Minho, há bola de carnes, cabrito assado e folar. Em Trás-os-Montes, terra de fumeiro, o folar é salgado e bem rico. Nas Beiras, o cordeiro não falta na mesa pascal, assim como os bolos de azeite e o folar doce, de funcho e canela. Mais abaixo no mapa, no Alentejo, há cabrito, sarapatel, bolos fintos e boleima. No Algarve, o folar é de folhas.
De norte a sul, e regiões autónomas incluídas, o mais comum é, em cada casa, no Domingo de Páscoa, as famílias almoçarem uma carne assada (cabrito, borrego, cordeiro, …) com arroz de forno e batatinhas, depois passando para o doce, normalmente o pão-de-ló, além das amêndoas e dos ovos de chocolate.
Seja como for, bom apetite!

E o Óscar vai para…

Quase, quase no mês de abril, em Los Angeles realizou-se a 94.ª cerimónia dos Óscares da Academia de Cinema de Hollywood. Este prémio é entregue ao melhor filme, melhor realizador, melhor ator e melhor atriz, entre outras categorias relacionadas com a indústria do cinema e referentes aos filmes lançados no ano anterior (neste caso, em 2021).
Na categoria de melhor música original, Billie Eilish e o seu irmão ganharam o Óscar com a música “No time to die”, incluída no último filme do 007 (James Bond).
O mais recente filme da Disney “Encanto” também conquistou um Óscar, na categoria de melhor longa-metragem de animação. Por sua vez, na categoria mais disputada, o filme americano “CODA” levou a melhor e venceu a concorrência.
Após dois anos mais conturbados, devido à pandemia, a Festa do Cinema voltou a acontecer presencialmente.
E não se esqueçam “a violência não existe para quem tem paz no coração”.

Visita de Estudo cheia de História!

No passado dia 5 de abril, terça-feira, os alunos do 2.º ciclo, com alguns dos seus professores, foram conhecer o Mosteiro da Batalha e o Centro Interpretativo da Batalha de Aljubarrota.
O grupo saiu do Colégio por volta das 8h30 da manhã, em direção a Leiria, e o ambiente vivido na camioneta era de grande alegria e expectativa.
Quando chegaram ao Mosteiro da Batalha, os alunos foram recebidos por frades, pelo senhor prior e pelo Marquês. Sob a forma de uma representação teatral, foram guiados numa visita pelo Mosteiro onde se encontram os túmulos de vários reis e infantes de Portugal.
No período da tarde, após merendarem, conheceram o Centro Interpretativo da Batalha de Aljubarrota. O momento alto da visita foi quando alunos e professores pisaram o mesmo chão que o rei D. João I e D. Nuno Álvares Pereira e os seus dez mil homens haviam pisado há uns séculos. Ainda foi possível assistir a um filme protagonizado por atores portugueses sobre o acontecimento histórico, assim como pegar em réplicas de objetos usados na época.
Por volta das 17h, o grupo regressou ao colégio. Estavam todos cansados, mas muito mais conhecedores da História de Portugal!

Férias da Páscoa

Entre os dias 11 e 18 de abril, estaremos de férias. O merecido descanso depois de um 2.º período cheio de atividades interessantes e aprendizagens importantes.
Vamos aproveitar para ler, ver televisão, passear com a família, ouvir música e celebrar a Páscoa.
Na terça-feira, dia 19, estaremos preparados para retomar a reta final deste ano letivo. Está quase, quase!
E vai correr bem para todos, temos a certeza.
Boas férias, colegas!

É mentira?!

O dia das mentiras, também conhecido como dia das petas, dia dos tolos (de abril), dia da gafe ou dia dos bobos, é uma celebração anual em alguns países ocidentais, comemorada a 1 de abril. Nesse dia, pregam-se partidas e espalham-se boatos como formas de assinalar a data.
Em países de língua inglesa, o dia das mentiras costuma ser conhecido como April Fools’ Day, “Dia dos Tolos (de abril)”; na Itália e na França é chamado, respetivamente, Pesce d’Aprile e Poisson d’Avril, literalmente “peixe de abril”. Na Galiza (Espanha), é apenas conhecido como dia dos enganos.
Este ano, no dia 1 de abril, sexta-feira, uma cadeia de hamburgueres artesanais portuguesa anunciou que ia lançar um novo produto, uma pizza. Mas era mentira! Já em anteriores, a Google ‘enganou’ os seus utilizadores, anunciando o Google Nose (pesquisa por cheiros) e o jornal britâncio “The Independent” contou que Portugal havia vendido o Cristiano Ronaldo a Espanha por 160 milhões de euros. Isso é que era bom!