CEIC NOTÍCIAS

Jornal do Colégio Externato Imaculada Conceição

Edição n.º 5

abril 2022

Voltar

As abelhas são importantes?!

As abelhas são realmente importantes para a vida na Terra. Por exemplo, elas são uma espécie fundamental para a polinização quando pousam nas flores. Sem elas, por exemplo, a cultura de tomates ou couves seria bem mais difícil, o que evidencia a sua importância ecológica. São, ainda, o alimento para outros animais, sejam eles herbívoros ou carnívoros.
A nível económico, a sua relevância nota-se se pensarmos nas substâncias por elas produzidas e utilizadas pelo ser humano. Falamos, entre outros, da cera para a fabricação de cosméticos, do mel para adoçar os alimentos ou do própolis para fins medicinais.
Também o veneno das abelhas, em alguns países, serve como forma de tratamento de doenças várias, como o reumatismo.
Afinal, não gostamos delas… picam, fazem barulho, assustam. Mas, ao que parece, as abelhas são um animal bem interessante!

Do frio, o carnívoro, quase extinto…

A lebre-do-ártico apresenta uma pelagem densa e branca, que a protege do frio durante o inverno rigoroso nas regiões polares, além de servir de camuflagem. As crias, conhecidas como lebrachos, nascem durante o verão naqueles lugares, cobertos por pelos cinzentos e os olhos bem abertos. Nos três primeiros dias de vida, as fêmeas cuidam constantemente das crias, mas depois disso só os visitam uma vez por dia para tomarem o leite. Passadas duas semanas do nascimento, os lebrachos tornam-se independentes.
O tigre é um dos carnívoros mais conhecidos no planeta, tendo dentes incisivos pontiagudos, molares fortes e caninos resistentes. Pode apresentar entre 1,40m e 2,80m de comprimento, além de ter uma cauda que muitas vezes alcança o metro. Para caçar o seu alimento, o tigre beneficia da pele às riscas, que serve de camuflagem, das patas fortes e que permitem grandes saltos e das emboscadas que prepara de forma silenciosa e solitária.
O lince ibérico é um mamífero com características específicas, como orelhas peludas, pernas longas, cauda curta e um colar de pelo que quase parece uma barba. Machos e fêmeas podem pesar até cerca de 27Kg e vivem, no máximo, 13 anos. Trata-se de um caçador com adaptações necessárias: a visão excelente, as mandíbulas longas ou os caninos pequenos. As crias nascem entre março e setembro.
Uma vez que é uma espécie em vias de extinção, para evitar este fenómeno negativo, existem cativeiros que protegem e ajudam a espécie na sua reprodução e sobrevivência.

Os nossos animais queridos

Os animais de estimação são aqueles que fazem companhia aos humanos em troca de carinho e comida. Mas não pensem que sabem tudo sobre o vosso gato ou cão ou papagaio ou tartaruga… eles podem até estar a sofrer sem nos apercebermos; por exemplo, os gatos são peritos em disfarçar a dor.
Como temos, ou tivemos, animais de estimação dos quais muito gostávamos, e que cuidamos com atenção e amor, damos conta de algumas indicações que nos parecem essenciais. Começando pelo básico, como a maioria já deve saber, os gatos e os cães não podem comer chocolate, isto porque se trata de veneno para eles; também outros alimentos próprios dos humanos não são aconselháveis e até podem tornar-se prejudiciais. Por outro lado, faz bem aos gatos comerem ervas, pois pode ajudá-los a recuperarem de certos problemas intestinais; quanto aos cães, é importante que os deixemos explorar o ambiente ao ar livre.

Pelas águas, com quem nos cruzamos?!

O peixe-lanterna gosta de águas profundas e salgadas, alcançando, durante o dia, os 1500 metros profundidade e, pela noite, aproximando-se da superfície. Há cerca de quinze espécies distintas e o seu nome relaciona-se com a capacidade de produção de luz por via de uns órgãos apelidados de fotóforos.

 

No que diz respeito ao lagostim, este vive cerca de cinco anos e, no máximo, alcança os 15 cm de comprimento. O seu alimento preferido são as algas, logo ali à disposição. Tal como outros artrópodes, o lagostim troca de carapaça várias vezes ao longo do tempo, pois esta constitui a sua proteção natural.

Do bongo ao ornitorrinco…

Fiquem a saber que há, no planeta Terra, o Bongo-ocidental, habitante das florestas tropicais de África, com pelo vermelho escuro e o Bongo-oriental, que vive nas florestas subtropicais, tendo pelo escarlate. Tanto as fêmeas como os machos apresentam cornos espiralados. É um animal herbívoro e pode ter entre 75 e 100 cm de comprimento, além de atingir 1,3 m de altura. O período de gestação é, tal como o ser humano, de nove meses.
O Bongo é, por norma, um animal tímido e, por isso, esconde-se por entre as zonas de floresta mais densa durante o dia, procurando o alimento já ao anoitecer ou mesmo pela noite escura. Vive em pequenos grupos familiares que podem ser formados apenas por fêmeas, crias e um macho dominante.
Esta espécie quase se extinguiu totalmente devido à perda do seu habitat e à caça.

 

O ornitorrinco, por sua vez, é um animal muito curioso, pois é o único mamífero ovíparo (põe ovos) que se conhece. É um animal semiaquático natural da Austrália e da Tasmânia. Alimenta-se de crustáceos de água doce, insetos e vermes. Quando está na água, o ornitorrinco utiliza os ouvidos para se guiar, porque os seus olhos e narinas ficam fechados durante o mergulho. Além disso, possui outras adaptações para a vida aquática, entre elas, as membranas interdigitais mais proeminentes nas patas dianteiras.
O ornitorrinco é o animal que conseguiu confundir os seres humanos: quando o primeiro foi enviado para Inglaterra (da Austrália), os cientistas pensaram tratar-se de partes de vários animais unidas para se tornar num animal falso.

No Top 10

São vários os rankings que se podem fazer: os melhores futebolistas, os mais prendados cozinheiros, os piores condutores, os sons mais irritantes, … Mas fomos à procura dos Top 10 relacionados com os animais. E não é que os há para todos os gostos? Decidimos selecionar três…

Os 10 animais terrestres mais rápidos:
 
1. Chita
2. Antílope
3. Gnu
4. Leão
5. Gazela
6. Cavalo
7. Alce
8. Mabeco
9. Coiote
10. Raposa

Os 10 animais mais perigosos:
 
1. Mosca Tsé-Tsé
2. Cobra
3. Cão (quando provocado)
4. Escorpião
5. Crocodilo
6. Hipopótamo
7. Elefante
8. Tigre
9. Leão
10. Cervo

Os 10 animais em vias de extinção mais imediata:
 
1. Panda vermelho
2. Lince Ibérico
3. Lobo Ibérico
4. Priolo
5. Saramugo
6. Águia-pesqueira
7. Baleia-azul
8. Foca-monge
9.Víbora-de-seoane
10. Salamandra-lusitânica