CEIC NOTÍCIAS

Jornal do Colégio Externato Imaculada Conceição

 

coming soon

Voltar

Veneza mascarada

No século XII, em Veneza, Itália, foram criadas as típicas máscaras que se tornaram na grande atração do Carnaval naquele país.
A origem deste Carnaval remonta ao ano de 1162, após uma guerra. Com a derrota, Ulrico teve de pagar à cidade um touro e doze porcos. A partir deste momento, a tradição instituiu-se e passou a acontecer sempre na Praça de São Marcos, associada à ‘terça-feira gorda’.
Desde então, aí e noutros locais, realizam-se banquetes com música, magia, acrobacias e outras formas de expressão artística. As máscaras, claro, estão sempre presentes. Há, ainda, bailes de mascarados, onde cada qual exibe a sua máscara muito trabalhada e decorada.

Quem és tu?

Vimos na nossa turma…

Harley Quinn – Futebolista – Rainha de Copas – Estudante americana – Elsa – Harry Potter – Polícia – Pirata – Egípcia – Mascarado – Jogadora de Voleibol – Espantalho – Romano – Prisioneiro – Billie Eilish – Ninja

Significado(s)

Carnaval é uma palavra de origem latina – “carna vale” – que significa “dizer adeus à carne”, marcando o período de abstinência e jejum conhecido como Quaresma.
Trata-se de uma festa popular.
As fantasias/máscaras foram a opção encontrada para animar as celebrações. Inicialmente, eram simples, com roupas adaptadas, tingidas, enfeitadas de forma básica. Depois, começaram a ser mais complexas, também associadas a personagens de séries e filmes, a artistas de várias áreas, …
Os bailes de máscaras surgiram em Veneza, sendo aquelas avaliadas pela sua qualidade e originalidade.
Há também quem olhe para os três dias de Carnaval como um momento de pausa e reflexão.

Qual terá sido o início?

A origem do Carnaval está relacionada com determinados rituais organizados na passagem de ano e no início da primavera.
Com o aparecimento do Cristianismo, contudo, o Carnaval deixou de ter um carácter simbólico e místico tão forte e passou a três dias de festa que precedem a Quarta-feira de Cinzas.
Acredita-se que os bailes de máscaras tenham aparecido em França, mas rapidamente chegaram a vários países europeus. Durante o Renascimento, as festas carnavalescas atingiram uma grande popularidade, principalmente em Itália (Roma e Veneza, por exemplo). Hoje, no Brasil, o Carnaval é muito importante para o turismo, mantendo as tradições mais conhecidas.
Será que algum dia a tradição vai mudar?!

Quem são os caretos?

O careto é uma personagem mascarado do Carnaval de Trás-os-Montes, sobretudo de Podence (Macedo de Cavaleiros).
É um homem que usa uma máscara, com um nariz saliente, feita de couro, latão ou madeira e pintada com cores vivas (amarelo, vermelho ou preto). Além disso, veste um fato também com cores vivas, como verde, vermelho e amarelo, cheio de franjas.
De chocalhos à cintura, os caretos correm, saltam, dançam e ‘assustam’ os visitantes da região.
No Domingo Gordo e na Terça-feira de Carnaval, os rapazes da aldeia encarnam a personagem, prendem os chocalhos e campainhas à cintura e, cheios de energia, percorrem a aldeia de Podence a saltar e a chocalhar.
Haja alegria!