CEIC NOTÍCIAS

Jornal do Colégio Externato Imaculada Conceição

Edição n.º 5

abril 2022

Voltar

Parar para continuar

Entre os dias 25 e 29 de outubro, o Colégio fará a sua habitual pausa de Outono.
Nesta semana, vão multiplicar-se as atividades diferentes daquelas que são mais habituais no dia a dia, mas que serão igualmente importantes para a aprendizagem e o crescimento dos alunos.
Haverá momentos para o exercício físico, para as artes plásticas, para saber mais sobre o país e o mundo, para usar as línguas portuguesa e inglesa de forma criativa.
Os professores vão acompanhar os alunos, esperando que uns dias mais distantes da rotina sejam um elemento de motivação extra para o que restará do 1.º período.
Vamos lá… com ânimo e vontade de aprender!

2.º ciclo a caminhar

No passado dia 12 de outubro, terça-feira, os alunos do 2.º ciclo aventuraram-se numa caminhada pelas margens do rio Neiva.
Foram 13,54 km de passeio, diversão, aprendizagem e de um ótimo contacto com a Natureza. O ponto de partida foi na freguesia de Forjães, em Esposende, sob orientação dos professores Luís, Sérgio, Sara e Maria José.
O percurso seguiu por entre campos e cursos de água e ainda incluiu a observação de antigas construções em xisto e granito ou de azenhas e moinhos do passado. Além disso, este trilho suave também permitiu que alunos e professores se cruzassem com alminhas e igrejas, locais que contam histórias e que se fazem de várias tradições.
Ainda houve tempo para recuperar forças, sempre que necessário, com merendas deliciosas e reconfortantes.
Que dia bem passado! Sempre com a companhia do sol.

La Palma em erupção

O vulcão Cumbre Vieja localiza-se na ilha de Palma, pertencente ao arquipélago das Canárias. Entrou em erupção no passado dia 19 de setembro, e assim se tem mantido ao longo dos dias já passados.
A coluna de cinzas e gases expelida pelo vulcão chegou aos 3 500 metros de altitude e a emissão diária de dióxido de enxofre aumentou significativamente, o que afeta a qualidade do ar respirável.
Várias pessoas tiveram de abandonar as suas casas, uma vez que a lava, a altas temperaturas, avançou rapidamente e destruiu centenas de edifícios, nomeadamente habitações familiares. A erupção também está a prejudicar o cultivo da banana e o turismo, as fontes mais lucrativas numa ilha onde vivem cerca de 85 000 pessoas.
Associada à erupção do Cumbre Vieja, também se tem registado uma grande atividade sísmica na região, sendo mais uma preocupação para o governo e população locais.

Estão a desaparecer?!

Há animais que se encontram ameaçados por causas naturais ou por outras provocadas pelo ser humano, portanto correm o risco de se extinguir.
Em relação a Portugal, o nosso país é o 4.º, entre os países europeus, com mais espécies em risco de ‘desaparecerem do mapa’. De alguma forma, para ajudar a contrariar esta situação, continuam a existir, hoje, algumas espécies existentes no território português classificadas como ameaçadas ou em risco de extinção. De entre elas, podemos destacar o Lince Ibérico e o Lobo Ibérico.
No mundo, em geral, os ambientes terrestres estão a deixar de ter animais como o urso polar, o dodó ou o panda-gigante. Nos ambientes aquáticos têm desaparecido animais como a baleia-cinzenta, o atum-azul ou o lobo-marinho.
Não podemos fechar os olhos a esta situação…

Greve climática

Devido às alterações climáticas, muitos animais já se extinguiram ou estão em vias de extinção, como o urso polar, o pinguim-de-magalhães, entre outros. Também por causa desse fenómeno cada vez mais incontrolável choveu pela primeira vez no Pólo Norte.
No sentido de exigirem um presente e um futuro digno para todos, os jovens de todo o mundo têm organizado a Greve Climática Estudantil, que este ano aconteceu no dia 24 de setembro, em vários pontos do globo. Os cartazes e as faixas com mensagens fortes e criativas, além das frases saídas dos megafones, são um apelo para que mudemos a nossa atitude em relação ao ambiente e à sua proteção.