CEIC NOTÍCIAS

Jornal do Colégio Externato Imaculada Conceição

Edição n.º 5

abril 2022

A pobreza: um problema mundial?

Um dos três países mais pobres do mundo é o Burundi, situado em África. Como é um grande exportador de banana e café, tem mais de 90% da sua população a trabalhar na agricultura de subsistência e apresenta um setor industrial pouco desenvolvido. Além disso, há ali poucos recursos naturais. Para piorar a situação, o Burundi sofre, indiretamente, as consequências dos conflitos étnicos nos países vizinhos, como o Uganda e o Ruanda.
Outro país também muito pobre, no mesmo continente, é a República Centro-Africana. Apesar de ser rico em recursos naturais e minerais, como ouro, diamantes, petróleo e urânio, e de ter capacidade para a produção de energia hidroelétrica, o país está em constante guerra civil, o que prejudica a sua situação económica e social. A maioria da população vive, diariamente, dificuldades e a fome ou a doença são problemas comuns.
Pode acrescentar-se à lista a República Democrática do Congo, mais uma vez em África. O terceiro país mais pobre do mundo é também o segundo mais rico em biodiversidade, atrás do Brasil, não sendo capaz de aproveitar esta característica a favor da sua população. A principal atividade económica é a exploração mineira, que não responde às necessidades dos habitantes locais. Na verdade, também aqui falta o alimento, a assistência educativa e de saúde com qualidade, o trabalho para todos quantos precisam.
Percebe-se, pelas linhas acima, que a pobreza é um problema particularmente concentrado no continente africano. Nós, que vivemos em outros lugares do mundo, não podemos ficar indiferentes a esta circunstância. Campanhas de solidariedade, a partir de países com mais condições económicas, só podem repetir-se muitas e muitas vezes…

Voltar